ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Crescimento de serviços na China tem ritmo mais fraco em 4 meses em março, mostra PMI do Caixin

04/04/2018 07h22

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China atingiu uma mínima de quatro meses em março uma vez que os novos negócios e o emprego aceleraram a uma taxa mais lenta, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), indicando esfriamento da demanda em um setor com o qual Pequim conta para manter o crescimento econômico.

O PMI de serviços do Caixin/Markit para a China caiu a 52,3 em março, de 54,2 em fevereiro, nível mais fraco desde novembro. Entretanto, permanece acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

O resultado fraco ficou em linha com uma pesquisa separada do Caixin na segunda-feira que mostrou que a atividade no setor industrial expandiu no ritmo mais fraco em quatro meses.

O PMI do Caixin sugere que o crescimento dos novos negócios desacelerou a uma mínima de cinco meses em março com algumas empresas citando maior competição e queda no número de clientes, enquanto as novas contratações aumentaram no ritmo mais lento em 19 meses.

Afetado pelo enfraquecimento da demanda, o sentimento para daqui a 12 meses chegou ao menor nível em seis meses em março, com preocupações acerca de flutuações cambiais e crescimento fraco do turismo pesando sobre a confiança no final do primeiro trimestre.

O PMI Composto do Caixin para a China, que cobre tanto o setor industrial quanto de serviços, também caiu para a mínima de quatro meses de 51,8 em março, de 53,3 no mês anterior.

"No geral, o ímpeto de crescimento da economia chinesa enfraqueceu em março", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do CEBM Group.

(Reportagem de Stella Qiu e Ryan Woo)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia