ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Petrobras reduz preço médio do gás de cozinha em 4,4%

04/04/2018 17h31

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta quarta-feira redução de 4,4 por cento no preço médio do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, embalado em botijões de até 13 kg, o chamado gás de cozinha, a partir de quinta-feira.

O preço às distribuidoras passou para 22,13 reais o botijão, ante 23,16 reais em 19 de janeiro, informou a petroleira estatal em seu site.

A média nacional informada, anterior à incidência de tributos, considera os preços praticados nos diversos pontos de venda, que variam ao longo do território nacional, para mais ou para menos em relação à média, em até 5 por cento.

A Petrobras ressalta em seu site que as revisões feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final, que incorpora impostos e repasses dos demais agentes do setor de comercialização, como distribuidores e revendedores.

Segundo estimativas feitas pela empresa, com dados baseados na média dos preços do GLP ao consumidor das principais capitais, 35 por cento do preço cobrado ao consumidor final é correspondente à Petrobras. Impostos (19 por cento) e distribuição e revenda (46 por cento) compõem o restante.

Os reajustes do gás de cozinha passaram a ser trimestrais a partir de janeiro de 2018.

O insumo da Petrobras tem como referência o preço dos gases butano e do propano no mercado europeu, mais uma margem de 5 por cento.

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) afirmou que o ajuste anunciado deixa o preço praticado pela Petrobras para as embalagens de até 13 quilos aproximadamente 2,2 por cento acima do preço paridade internacional.

(Por Marta Nogueira)

Mais Economia