ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Alívio nas tensões comerciais impulsiona índices acionários europeus

Por Helen Reid

05/04/2018 13h29

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus atingiram o nível mais alto em mais de duas semanas nesta quinta-feira (5), com investidores voltando a comprar ativos de maior risco já que as preocupações com as tensões comerciais diminuíram.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 2,48%, a 1.475 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 2,4%, a 376 pontos.

O STOXX registrou seu melhor dia desde junho de 2016, impulsionado por ações dos setores financeiro e industrial, aproveitando uma onda de ganhos nos mercados acionários globais.

Depois que uma medida de retaliação da China contra as tarifas dos Estados Unidos provocou sinais conciliatórios de Washington, alguns investidores calcularam que uma guerra comercial total seria evitada.

Recursos básicos e ações de tecnologia, setores considerados mais vulneráveis --a maiores custos de negociação, lideraram os ganhos nesta quinta-feira. As fabricantes de chips Infineon e ASML, a fabricante de equipamentos de telecomunicações Nokia e a empresa de software SAP, tiveram os melhores desempenhos.

As empresas financeiras, um indicador da percepção dos investidores sobre os riscos do mercado global, foram a principal influência para o STOXX. Entre os principais ganhos estavam HSBC, BNP Paribas e Santander.

Os grandes exportadores industriais também subiram. A Siemens avançou 3,5%, a ABB teve alta de 3,56% e a Airbus ganhou 2,2%. A Airbus poderia se beneficiar das tarifas chinesas sobre as importações de aeronaves dos EUA, o que poderia prejudicar a rival Boeing.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 2,35%, a 7.199 pontos
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 2,9%, a 12.305 pontos
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 2,62%, a 5.276 pontos
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,35%, a 22.969 pontos
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 2,39%, a 9.740 pontos
  • Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 2,09%, a 5.485 pontos

Mais Economia