ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Ibovespa sobe em dia de noticiário corporativo movimentado; Embraer lidera altas

11/04/2018 11h48

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice acionário da B3 subia nesta quarta-feira, em dia de noticiário corporativo movimentado, embora o tom de cautela ainda permaneça no radar diante da cena política local e com as tensões geopolíticas globais.

Às 11:45, o Ibovespa subia 0,96 por cento, a 85.321 pontos. O giro financeiro era de 3,06 bilhões de reais.

Localmente, o quadro eleitoral segue incerto, sem a consolidação de um nome de centro para disputar a Presidência da República.

Além disso, o mercado também monitora o Supremo Tribunal Federal (STF), após o ministro Marco Aurélio Mello aceitar pedido dos novos advogados do Partido Ecológico Nacional (PEN) para adiar, por cinco dias, o julgamento que poderia ocorrer nesta sessão sobre prisão em segunda instância.

No exterior, o tom de cautela vem após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, advertir a Rússia sobre a iminente resposta de Washington para um suposto ataque químico na Síria, declarando que mísseis "estão a caminho", e criticar Moscou por apoiar o presidente sírio, Bashar al-Assad.

DESTAQUES

- EMBRAER ON subia 5,09 por cento, sendo a maior alta do Ibovespa, em meio à expectativa de avanço no acordo com a Boeing, após o jornal O Globo informar que as empresas entregaram na véspera uma nova proposta de modelo de negócio ao grupo de trabalho montado pelo governo federal para avaliar a venda da fabricante brasileira à gigante americana.

- KROTON ON tinha alta de 3,57 por cento, entre os destaques positivos do índice, após a empresa criar holding com foco em ensino básico e anunciar sua primeira aquisição no segmento, com previsão de mais duas compras até o fim de 2018.

- MARFRIG ON avançava 0,69 por cento, engatando a terceira sessão seguida de ganhos, ainda na esteira do anúncio da compra da processadora de carne bovina norte-americana National Beef Packing Company por 969 milhões de dólares.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 1,92 por cento e 2,02 por cento, respectivamente, em dia de ganhos para os preços do petróleo no mercado internacional.

- MRV ON caía 3,39 por cento, após a empresa reportar sua prévia operacional do primeiro trimestre, com aumento de 13,7 das vendas contratadas ante igual período do ano passado. Já os lançamentos caíram 33,6 por cento no período. Segundo analistas do BTG Pactual, a prévia operacional dos três primeiros meses do ano mostrou dados mistos, embora com números mais positivos do que negativos.

- VALE ON recuava 0,27 por cento, em sessão também negativa para os contratos futuros do minério de ferro na China.

- ELETROBRAS ON e ELETROBRAS PNB caíam 2,26 por cento e 2,56 por cento, respectivamente, diante de cautela com relação ao processo de privatização da empresa. Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, o presidente da estatal disse que o leilão de distribuidoras da empresa não deve mais ocorrer em 21 de maio.

(Por Flavia Bohone)

Mais Economia