Bolsas

Câmbio

BC do Japão está otimista sobre economias regionais, mas alerta para escassez de mão-de-obra

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão manteve uma visão em geral otimista sobre as economias regionais, em sinal de sua convicção sobre uma ampla recuperação, mas alertou que a escassez de mão-de-obra e a guerra comercial entre Estados Unidos e China podem obscurecer as perspectivas.

A avaliação do banco central em um relatório nesta quinta-feira sugere que provavelmente manterá suas projeções positivas de crescimento e de preços quando realizar uma revisão trimestral de suas projeções em na reunião de política monetária de 26 e 27 de abril.

O presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, enfatizou sua determinação em manter o programa de estímulo do banco central para atingir sua meta de 2 por cento, mesmo que a economia continue a se expandir moderadamente.

"Com o aumento do hiato do produto melhorando e as expectativas de inflação de médio a longo prazo crescendo, esperamos que a inflação acelere como tendência e caminhe a 2 por cento", disse Kuroda em uma reunião trimestral dos gerentes regionais do banco central do Japão nesta quinta-feira.

No relatório divulgado pelos gerentes regionais do Banco do Japão, o banco central melhorou sua avaliação para duas das nove regiões do Japão e manteve sua visão otimista de seis áreas, à medida que o aperto no mercado de trabalho elevou a renda e o consumo das famílias.

Um alto funcionário do banco central japonês disse ao Parlamento na quinta-feira que havia sinais promissores na economia que ajudariam o banco central a atingir sua meta de preço.

"As expectativas de inflação de médio e longo prazos estão emergindo recentemente da fraqueza, enquanto os salários e a inflação estão subindo moderadamente", disse o diretor-executivo do Banco do Japão, Eiji Maeda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos