ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Índices acionários europeus avançam após preocupações sobre Síria diminuírem

Danilo Masoni e Julien Ponthus

12/04/2018 13h43

MILÃO/LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus avançaram nesta quinta-feira, acompanhando uma recuperação do mercado global depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sinalizou que os ataques militares na Síria podem não ser iminentes.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,67 por cento, a 1.485 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,7 por cento, a 379 pontos.

"Vimos o apetite pelo risco global melhorar acentuadamente hoje, quando Donald Trump recuou da questão da Síria", comentou o analista de mercado do IG Joshua Mahony.

Trump baixou o tom de suas ameaças de um rápido ataque militar na Síria, tuitando "Nunca disse quando um ataque à Síria aconteceria. Pode ser em breve ou não tão cedo".

As ações da Sulzer subiram 19,5 por cento após a empresa suíça dizer que se livrou de sanções norte-americanas depois que autoridades aprovaram a recompra de ações que reduziram para menos de 50 por cento a participação do oligarca russo Viktor Vekselberg, presidente da holding Renova.

Deixando de lado as preocupações geopolíticas, as manchetes de fusão e aquisição animaram a sessão.

A Micro Focus subiu 7,5 por cento, conforme os operadores citaram uma notícia da Bloomberg de que o fundo de hedge Elliott Management havia assumido uma participação na empresa de software do Reino Unido.

A Firstgroup ganhou 8,1 por cento depois da notícia de que rejeitou uma abordagem de aquisição da Apollo, enquanto a Playtech avançou 5,7 por cento depois que concordou em comprar a empresa de apostas italiana Snaitech em um acordo de 1 bilhão de dólares. A Snaitech teve alta de 14,6 por cento.

A Shire subiu 2,6 por cento, depois que fontes disseram à Reuters que a Takeda havia procurado credores para empréstimos para ajudar a financiar uma possível oferta para a especialista britânica em doenças raras.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,02 por cento, a 7.258 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,98 por cento, a 12.415 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,59 por cento, a 5.309 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,27 por cento, a 23.304 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,12 por cento, a 9.747 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,40 por cento, a 5.487 pontos.

Mais Economia