Bolsas

Câmbio

Expansão da indústria da zona do euro desacelera em abril mas setor continua firme, mostra PMI

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - A expansão do setor industrial da zona do euro desacelerou mais no mês passado em relação às máximas recordes na virada do ano, mas o crescimento permanece forte uma vez que os clientes deram de ombros para a alta dos preços, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI final de abril do IHS Markit para a indústria da zona do euro recuou pelo quarto mês seguido, caindo para a mínima de 13 meses de 56,2 de 56,6 em março, acima da preliminar de 56,0. Qualquer número acima de 50 indica crescimento.

O subíndice de produção subiu para 56,2 de 55,9 em março.

"O setor industrial viu o crescimento enfraquecer mais no início do segundo trimestre, mas não vamos perder de vista o fato de que o ritmo geral de expansão continua sólido", disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

"Embora o crescimento tenha desacelerado em comparação com o início do ano, dezembro teve o melhor desempenho em mais de 20 anos de pesquisa, com a atividade industrial claramente subindo a uma taxa insustentável."

O crescimento industrial desacelerou em três das quatro maiores economias do bloco --Alemanha, Itália e Espanha--, mas a França interrompeu três meses seguidos de quedas e acelerou.

O Banco Central Europeu quer a inflação pouco abaixo de 2 por cento, mas a expectativa é de que dados oficiais mostrem na quinta-feira que ela permaneceu em 1,3 por cento em abril. Entretanto, o subíndice de preços de produção do PMI sugere que as indústrias aumentaram os preços cobrados no mês passado, ao subir para 57,5 de 57,3.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos