Bolsas

Câmbio

Expansão de serviços da China acelera em abril com aumento de novas encomendas, mostra PMI do Caixin

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China acelerou em abril uma vez que as novas encomendas e o emprego aumentaram a um ritmo mais rápido, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit, sinalizando uma alta sólida em um setor com o qual Pequim conta para manter o crescimento econômico.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu a 52,9 em abril ante a mínima de quatro meses de 52,3 em março, embora tenha permanecido mais fraco do que os níveis vistos nos dois primeiros meses de 2018. A marca de 50 separa crescimento de contração.

A leitura foi similar à da pesquisa oficial do setor divulgada esta semana, que mostrou que o PMI de serviços subiu para 54,8 de 54,6 em março.

O crescimento das novas encomendas acelerou em abril devido à melhora das novas condições de mercado, maiores números relacionados ao turismo e novas ofertas de produtos. Novos projetos e esforços para aumentar a capacidade operacional contribuíram para novo aumento no emprego em abril, embora o aumento na taxa de crescimento tenha sido apenas marginal.

O PMI Composto que cobre tanto o setor industrial quanto o de serviços mostrou padrão similar de crescimento, subindo a 52,3 em abril de 51,8 no mês anterior, indicando crescimento econômico relativamente estável.

"As condições operacionais do setor de serviços melhoraram de forma mais significativa do que o setor industrial", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do CEBM Group.

(Reportagem de Stella Qiu e Ryan Woo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos