Bolsas

Câmbio

Conoco se movimenta para assumir ativos da PDVSA no Caribe, dizem fontes

Por Marianna Parraga e Deisy Buitrago

HOUSTON/CARACAS (Reuters) - A petroleira norte-americana ConocoPhillips está de olho na possibilidade de tomar ativos caribenhos da estatal venezuelana PDVSA como meio de dar cumprimento a uma sentença arbitral no valor de 2 bilhões de dólares após uma década da nacionalização de seus projetos no país sul-americano, segundo três fontes familiarizadas com o assunto.

A empresa norte-americana mira instalações nas ilhas de Curaçao, Bonaire e St. Eustatius, responsáveis ​​por cerca de um quarto das exportações de petróleo da Venezuela no ano passado. Os ativos desempenham papéis-chave no processamento, armazenamento e mistura do óleo da PDVSA para exportação.

A empresa recebeu anexos judiciais congelando ativos de pelo menos duas das instalações, e pode se mover para vendê-los, disse uma das fontes.

As manobras legais da Conoco poderiam prejudicar ainda a PDVSA, que já enfrenta um declínio de sua receita petrolífera em meio às convulsões que atingem a economia do país.

A Venezuela depende quase completamente das exportações de petróleo, que caíram um terço desde o seu pico, e suas refinarias têm rodado com apenas 31 por cento da capacidade no primeiro trimestre.

O país latino-americano está em meio a uma recessão profunda com escassez severa de remédios e alimentos, bem como um crescente êxodo de seu povo.

A PDVSA e o Ministério das Relações Exteriores venezuelano não responderam no domingo a pedidos de comentários. Autoridades holandesas disseram que estão avaliando a situação em Bonaire.

As reclamações da Conoco contra a Venezuela e a estatal PDVSA em tribunais internacionais totalizam 33 bilhões de dólares.

"Quaisquer impactos potenciais sobre as comunidades são resultado da expropriação ilegal pela PDVSA de nossos ativos e sua decisão de ignorar o julgamento do tribunal da Câmara Internacional de Comércio (ICC)", disse a Conoco em nota à Reuters.

(Reportagem adicional de Brian Ellsworth, em Caracas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos