ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Índice avança com exterior favorável, guiado por Petrobras

07/05/2018 11h48

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa brasileira começava a semana no azul, beneficiada pelo quadro externo relativamente favorável, guiada pela ações da Petrobras, enquanto o noticiário corporativo tinha efeito misto, com Sabesp recuando mais de 4 por cento após anúncio sobre mudança no comando da empresa paulista de saneamento.

Às 11:46, o Ibovespa subia 0,39 por cento, a 83.442 pontos. O volume financeiro somava 2,23 bilhões de reais.

Na visão do analista Vitor Suzaki, da Lerosa Investimentos, a segunda-feira começou com impulso positivo a emergentes, com alta de commodities, mas ele pondera que a valorização do dólar no exterior limita o apetite a ativos de risco. "Mas se Nova York ganhar força, o Brasil pode acabar acompanhando."

Ele citou ainda como outro freio para o avanço no pregão local a divulgação de pesquisa Focus, com nova redução no cenário para crescimento econômico este ano.

Diante de recorrentes sinais de dificuldades da economia em imprimir um ritmo sustentado de crescimento, os economistas consultados no levantamento do Banco Central reduziram a conta para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 a 2,70 por cento, de 2,75 por cento antes.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON avançavam 2,11 e 3,1 por cento, respectivamente, recuperando-se de perdas na sexta-feira, tendo como pano de fundo a alta do petróleo no exterior e expectativa para o balanço do primeiro trimestre na terça-feira.

- MRV e CYRELA subiam 4,64 e 2,78 por cento, respectivamente, liderando as altas do Ibovespa, após o Credit Suisse elevar a recomendação dos papéis para 'neutra' e 'outperform', respectivamente, em amplo relatório sobre o setor imobiliário.

- SABESP caía 4,37 por cento, tendo no radar indicação do governo paulista para Karla Bertocco Trindade assumir o cargo de diretora-presidente, em substituição Jerson Kelman. Para o Itaú BBA, a mudança não deve pesar no processo de revisão tarifária da companhia.

- VIA VAREJO UNIT subia 3,19 por cento, em pregão de recuperação, após três sessões consecutivas de perdas, período em que acumulou declínio de mais de 10 por cento.

- BRADESPAR PN recuava 2,62 por cento, tendo no radar notícia sobre decisão de processo da Elétron contra Bradespar e Litel referente a ações da Vale. Segundo informação do blog do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo no fim de semana, foi homologado pela Justiça laudo pericial que fixa uma indenização de 4 bilhões de reais a ser paga à Elétron. Em comunicado, a Bradespar disse que a homologação da perícia será objeto de recurso na Justiça.

- BB SEGURIDADE cedia 1,44 por cento, em sessão marcada por divulgação do resultado do primeiro trimestre da companhia, quando o lucro líquido ajustado alcançou 907,4 milhões de reais, queda de 8,6 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior.

(Por Paula Arend Laier)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia