Bolsas

Câmbio

Smiles vê rentabilidade na Argentina semelhante à do Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa que administra redes de fidelidade de clientes Smiles deve começar a operar na Argentina até o final deste ano, em sua primeira expansão internacional, e que ocorre em um momento em que o governo local eleva taxas de juros que no Brasil vinham ajudando o resultado financeiro da empresa.

A companhia espera faturar na Argentina por volta do último trimestre deste ano e fez parceria para oferta de passagens aéreas com a companhia local Aerolíneas Argentinas. A parceria não é exclusiva e a empresa poderá buscar novas companhias nos próximos anos, disse o presidente da Smiles, Leononel Dias.

Segundo o executivo, a rentabilidade da operação argentina "é muito semelhante à do Brasil, podendo chegar a 20 por cento em cinco anos".

Para o lançamento das operações na Argentina, que serão focadas no público local, a Smiles prevê despesas de entre 3 milhões e 4 milhões de dólares, disse o executivo durante teleconferência com analistas.

Na véspera, a Smiles divulgou leve queda no lucro do primeiro trimestre, com alta de despesas e recuo de receita financeira.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos