Bolsas

Câmbio

Arábia Saudita pode aumentar produção de petróleo após EUA saírem de acordo com Irã

Por Rania El Gamal

DUBAI (Reuters) - A Arábia Saudita indicou nesta quarta-feira que poderá elevar sua produção de petróleo para compensar qualquer potencial escassez de oferta, como resultado das novas sanções contra o Irã, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que Washington está se retirando do acordo nuclear com Teerã.

Os preços do petróleo foram sustentados pelas expectativas de que o Trump desistiria do acordo, que poderia atingir as exportações iranianas de petróleo e alimentar as tensões geopolíticas no Oriente Médio, que abriga um terço do suprimento diário de petróleo do mundo.

Trump disse na terça-feira que os Estados Unidos estavam reimpondo o "nível mais alto de sanções econômicas" ao Irã, mas ele não forneceu detalhes. O acordo original de 2015 havia suspendido as sanções em troca de Teerã limitar seu programa nuclear.

A Arábia Saudita "vai trabalhar com grandes produtores e consumidores dentro e fora da Opep para limitar o impacto de qualquer escassez de oferta", disse uma autoridade saudita do Ministério da Energia nesta quarta-feira, segundo a agência estatal de notícias SPA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos