Bolsas

Câmbio

China concede ao Japão cota de investimento pela primeira vez para reforçar laços

PEQUIM (Reuters) - A China concordou em conceder ao Japão uma cota de investimento de 200 bilhões de iuanes (31,4 bilhões de dólares) pela primeira vez para comprar ações chinesas, títulos e outros ativos, disse o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, segundo a agência oficial de notícias Xinhua nesta quarta-feira.

A cota será para investimentos sob o programa Investidor Institucional Estrangeiro Qualificado Renminbi, criado no final de 2011 para permitir que instituições financeiras no exterior usem o iuan para comprar títulos na China, incluindo ações, títulos e investimentos no mercado monetário.

Li também disse que a China tem uma atitude positiva em relação à criação de um banco de compensação em iuan em Tóquio.

Ele fez as declarações em uma reunião com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse o conselho de Estado da China em seu site.

A China vai assinar um acordo bilateral de troca de moedas com o Japão, disse o governo chinês nesta terça-feira, citando um artigo escrito pelo premiê Li que foi publicado no jornal japonês Asahi.

Em 2016, a China concedeu aos Estados Unidos uma cota de 250 bilhões de iuanes sob o mesmo programa para ajudar a aprofundar os laços entre as duas maiores economias do mundo.

A China retomou um esquema de investimento chave no final de abril, concedendo novas cotas a instituições financeiras qualificadas novas cotas para comprar ações e títulos estrangeiros pela primeira vez desde o início de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos