Bolsas

Câmbio

B3 tem queda de 15% no lucro recorrente do 1º trimestre

SÃO PAULO (Reuters) - A B3 teve lucro líquido recorrente de 448,2 milhões de reais no primeiro trimestre, queda de 15 por cento em relação a igual período do ano passado, informou a operadora da bolsa de valores de São Paulo, nesta quinta-feira.

O resultado operacional da companhia medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado somou 760,2 milhões de reais nos três primeiros meses do ano, alta de 18,4 por cento em relação ao mesmo período de 2017.

A companhia reduziu a previsão para o orçamento de despesas ajustadas neste ano da faixa de 1,05 bilhão a 1,1 bilhão de reais para a variação de 960 milhões a 1 bilhão de reais. Já a expectativa para investimento este ano foi mantida em entre 220 milhões e 250 milhões de reais.

A B3 teve receita líquida de 1,112 bilhão de reais no primeiro trimestre, crescimento de 18,2 por cento enquanto as despesas caíram 20 por cento, para cerca de 603 milhões de reais.

O vice-presidente financeiro da B3, Daniel Sonder, afirmou no balanço que o primeiro trimestre "foi o primeiro em que vimos o impacto integral das sinergias de despesas geradas na combinação com a Cetip, o que nos permitiu compensar a maior parte das pressões criadas pelos ajustes inflacionários de salários e contratos e pela conclusão de projetos relevantes".

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos