Bolsas

Câmbio

BC da Argentina volta a atuar no mercado de câmbio à vista após conversas com FMI

BUENOS AIRES (Reuters) - O peso da Argentina era negociado estável depois que o banco central do país vendeu reservas cambiais no mercado à vista nesta quinta-feira pela primeira vez desde que o país anunciou que estava buscando financiamento junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI), disseram operadores.

As ações e os preços dos títulos também subiam nesta sessão, enquanto a Argentina tenta combater uma das maiores taxas de inflação do mundo em meio a fluxos de saída gerais dos mercados emergentes.

O peso havia enfraquecido no início da sessão, caindo para 22,72 por dólar antes da intervenção do banco central. Às 14:55 (horário de Brasília), era negociado a 22,70 por dólar.

Até quarta-feira, a moeda local havia caído 9,12 por cento em maio e 17,5 por cento desde o início de 2018, levando o banco central a vender bilhões de dólares em reservas em moeda estrangeira e elevar a taxa de juros para 40 por cento.

Um porta-voz do banco central não respondeu a um pedido de comentário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos