ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Ações da EDP disparam em Portugal após proposta da CTG; mercado espera oferta maior

14/05/2018 10h34

LISBOA/PARIS (Reuters) - As ações da elétrica portuguesa EDP chegaram a subir até 12 por cento nesta segunda-feira, após uma proposta de aquisição pela China Three Gorges (CTG) na sexta-feira, o que indica que o mercado acredita que pode haver uma oferta rival pela empresa ou um lance maior da companhia asiática.

As ações da EDP chegaram a tocar os 3,49 euros, ante 3,26 euros ofertados pela CTG, representando um prêmio de menos de 5 por cento frente ao fechamento dos papéis na sexta-feira.

O lance avalia o negócio proposto em 9,07 bilhões de euros, ou 10,8 bilhões de dólares, excluindo uma fatia de 23 por cento já detida pela CTG na EDP.

Analistas dizem que a oferta da CTG é relativamente baixa comparada a outras propostas feitas por chinesas por ativos europeus de energia, nos quais companhias orientais apostaram alto para vencer a concorrência de empresas europeias e fundos de investimento em infraestrutura.

"O preço da oferta é muito baixo para ser bem sucedido", disse o banco de investimento estatal português CaixaBI em nota.

"Não podemos descartar uma oferta concorrente", afirmou Paulo Rosa, operador da Go Bulling, em Porto.

A Reuters publicou no ano passado que a espanhola Gas Natural Fenosa havia sondado a EDP sobre uma possível fusão, o que foi depois descartado pelas duas companhias.

Embora fundos que são acionistas da EDP, como Capital Research, BlackRock e Mudabala Investment, possam resistir e pedir um preço mais alto, analistas duvidam que a União Europeia tente bloquear o negócio, mesmo que a aquisição de um ativo europeu estratégico levante sobrancelhas na indústria.

"Para Bruxelas intervir precisaria haver dumping ou um abuso de monopólio, e esse simplesmente não é o caso aqui", disse Nicolas Goldberg, da Columbus Consulting.

(Por Axel Bugge e Geert De Clercq; reportagem adicional de Sergio Gonçalves)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia