Bolsas

Câmbio

Cemig promove descruzamento de participação em parques eólicos com Energimp

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica mineira Cemig informou que seu Conselho de Administração aprovou o descruzamento de participações societárias detidas conjuntamente pela empresa e pela Energimp nos parques eólicos Praias de Parajuru, Volta do Rio e Praia de Morgado, segundo comunicado da companhia na noite de quinta-feira.

Segundo o negócio, aprovado também no Conselho da Energimp, com o descruzamento de ativos a unidade de geração e transmissão da Cemig, a Cemig GT, ficará com 100 por cento do capital das usinas Parajuru e Volta do Rio, enquanto a totalidade do parque Praia de Morgado passa a ser exclusivamente da Energimp.

Antes, a Cemig detinha uma fatia de 49 por cento em cada um dos parques, que tinham a Energimp como majoritária.

A Energimp é uma sociedade entre a fabricante argentina de turbinas eólicas Impsa e o fundo de investimentos do Fundo de Garantia (FI-FGTS) que construiu uma série de parques eólicos no Brasil.

A Cemig disse que o descruzamento de ativos está sujeito a condições suspensivas, como aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Os parques eólicos envolvidos na negociação ficam todos no Ceará e somam uma potência total de quase 100 megawatts. A usina de Parajuru tem 29 megawatts, assim como Morgado, enquanto Volta do Rio soma 42 megawatts, segundo informações do site da Cemig.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos