ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Com salto em matérias primas no atacado, IGP-M tem alta de 1,20% na 2ª prévia de maio, diz FGV

18/05/2018 08h46

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) acelerou a alta a 1,20 por cento na segunda prévia de maio depois de subir 0,40 por cento no mesmo período do mês anterior, com o salto dos preços das matérias-primas brutas no atacado.

Os dados divulgados nesta sexta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostraram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60 por cento do índice geral e apura a variação dos preços no atacado, teve alta de 1,71 por cento no período, depois de subir 0,46 por cento na segunda leitura de abril.

No IPA, destacou-se o desempenho de Matérias Primas Brutas, com alta de 2,63 por cento, ante queda de 0,18 por cento no mesmo período do mês anterior.

Somente o minério de ferro registrou avanço de 9,24 por cento no período, depois de queda de 11,25 por cento no mês anterior.

A pressão ao consumidor, por sua vez, diminuiu na segunda prévia de maio uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30 por cento no índice geral, registrou avanço de 0,20 por cento, contra alta a 0,27 por cento no período anterior.

A principal contribuição para o movimento veio da queda de 0,18 por cento em Transportes, ante alta de 0,3 por cento em abril, com destaque para a queda de 4,10 por cento nos preços do etanol.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,44 por cento na segunda leitura de maio, sobre alta de 0,37 por cento antes.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

A segunda prévia do IGP-M calculou as variações de preços no período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Por Taís Haupt)

Mais Economia