Bolsas

Câmbio

Dólar sobe 0,8%, fecha a R$3,7677, após saída de Parente da Petrobras

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar terminou a sexta-feira no maior nível desde março de 2016 com a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras impondo desconfiança aos investidores sobre a condução da economia brasileira.

O dólar avançou 0,8 por cento, a 3,7667 reais na venda, maior nível desde os 3,7937 reais de 7 de março de 2016. Na semana, a moeda subiu 2,68 por cento. O dólar futuro avançava 1,04 por cento.

Na máxima da sessão, a moeda foi a 3,7711 reais, justamente quando saiu a notícia de Pedro Parente deixar a gestão da principal estatal do país.

(Por Claudia Violante)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos