Bolsas

Câmbio

Governo discute proteção a consumidor de combustível, diz pasta de Minas e Energia

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal iniciou nesta sexta-feira uma discussão sobre como criar um "mecanismo de proteção ao consumidor final" de combustíveis, mas de maneira que não impacte a política de preços da Petrobras e de outras empresas do setor, disse em nota o Ministério de Minas e Energia.

O movimento, que segundo a pasta envolveu técnicos do ministério e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), aconteceu no mesmo dia em que o presidente da Petrobras, Pedro Parente, apresentou pedido de demissão do cargo.

Na carta em que apresentou a renúncia, vista pela Reuters, Parente afirmou que não gostaria de ser "um empecilho" para discussões do governo referentes às políticas para os combustíveis.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos