Bolsas

Câmbio

México inicia processo de solução de controvérsias na OMC sobre tarifas dos EUA

Por Daina Beth Solomon

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O México iniciará um processo de solução de controvérsias na Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre tarifas de aço e alumínio dos Estados Unidos, anunciou nesta segunda-feira o Ministério da Economia, aderindo à União Europeia em busca de envolvimento da OMC contra as novas medidas.

O Ministério da Economia do México afirmou em comunicado nesta segunda-feira que as medidas dos Estados Unidos, que impõem tarifas de 25 por cento sobre o aço e 10 por cento sobre o alumínio, violam as regras da OMC.

"O governo mexicano afirma que suas ações continuarão aderindo à regra do direito comercial internacional e serão proporcionais aos danos que o México recebe", disse o comunicado.

O México disse anteriormente que reagiria contra as tarifas dos EUA com medidas "equivalentes", visando produtos agrícolas e industriais dos EUA, desde pernas de porco e frutas até aço.

O Canadá e a UE adotaram ações semelhantes, também prometendo novas tarifas para uma série de produtos.

A União Européia na sexta-feira também apresentou um pedido de consultas com os Estados Unidos sobre tarifas de aço e alumínio, um primeiro passo no processo de solução de controvérsias da OMC, disse uma autoridade da OMC.

As tarifas fazem parte do esforço do presidente dos EUA, Donald Trump, para proteger a indústria dos EUA do que ele descreveu como concorrência internacional injusta, e complicaram as negociações com o México e o Canadá para reformular o Acordo de Livre Comércio da América do Norte.

(Por Daina Beth Solomon)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos