Bolsas

Câmbio

Produção na indústria de base florestal deve levar um mês para voltar ao normal após greve, diz Ibá

SÃO PAULO (Reuters) - A maioria das plantas de celulose foi obrigada a parar sua operação por alguns dias devido à greve dos caminhoneiros que durou cerca de 10 dias e a normalização das operações deve levar cerca de um mês, informou nesta segunda-feira a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), associação que representa o setor de florestas plantadas para fins industriais.

"O setor conseguirá retomar o nível de produção normal em quatro semanas. Na cadeia produtiva que depende da celulose, esse retorno à normalidade pode levar ainda mais tempo do que um mês", disse a presidente da Ibá, Elizabeth de Carvalhaes, em comunicado.

Além da produção, a entidade destaca que os envios de produtos para o mercado externo também foram afetados, mesmo com o setor brasileiro de celulose trabalhando em média com um estoque de celulose de 30 dias. Segundo a Ibá, o envio da celulose aos portos apresentou "grande retração" no período

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos