Bolsas

Câmbio

Crescimento da zona do euro desacelera no 1º tri por comércio mais fraco

BRUXELAS (Reuters) - A economia da zona do euro cresceu 0,4 por cento no primeiro trimestre do ano em comparação com os três meses anteriores, informou nesta quinta-feira a agência de estatísticas europeia, confirmando a estimativa anterior de desaceleração da produção do bloco.

A redução do comércio contribuiu para o ritmo mais lento de expansão, que foi sustentada pelo consumo e investimentos, mostraram dados da Eurostat.

A Eurostat também confirmou que a economia dos 19 países que usam o euro cresceu 2,5 por cento na comparação com o ano anterior, em linha com as expectativas do mercado.

O ritmo de crescimento enfraqueceu em relação às taxas trimestral de 0,7 por cento e anual de 2,8 por cento vistas no último trimestre de 2017.

As exportações da zona do euro caíram 0,4 por cento na comparação trimestral e as importações caíram 0,1 por cento, em novo sinal de comércio global mais lento.

No mesmo período, o consumo das famílias aumentou 0,5 por cento no bloco. A formação bruta de capital fixo, medida de investimento, também cresceu 0,5 por cento no primeiro trimestre.

(Reportagem de Francesco Guarascio)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos