Bolsas

Câmbio

Leilão do pré-sal mostrará que caminho do setor não é o do intervencionismo, diz ANP

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O resultado da 4ª Rodada de Licitação de áreas exploratórias de petróleo e gás do Brasil, um leilão nesta quinta-feira com a presença de executivos das grandes petroleiras globais, mostrará que o caminho da indústria no país não é o do intervencionismo ou do populismo, disse o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na abertura do evento.

Em momento em que a ANP abriu uma consulta pública sobre a periodicidade de reajustes de combustíveis no país, Décio Oddone afirmou que isso não significa uma intervenção, mas se trata de algo para dar estabilidade a um setor que ainda tem um monopólio de refino de petróleo de uma estatal.

Segundo ele, o país precisa de muitas empresas para investir no setor de refino no Brasil, algo que não ocorreria se houvesse uma intervenção estatal no setor.

(Por Marta Nogueira, Rodrigo Viga Gaier; Brad Haynes e Alexandra Alper)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos