Topo

Temer diz que investigação contra ele é movimento político

07/06/2018 19h07

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer voltou a criticar as investigações de que é alvo e disse que isso se trata de um movimento político com o objetivo de desmoralizar o presidente da República.

Questionado sobre o pedido da Polícia Federal, de quebra de seu sigilo telefônico, Temer disse que podem olhar tudo, porque "vão quebrar a cara". Segundo a mídia, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin rejeitou o pedido.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Mais Economia