Bolsas

Câmbio

EXCLUSIVO-Irã crítica EUA após pedido a sauditas por maior produção de petróleo

Por Alex Lawler

LONDRES (Reuters) - O Irã criticou um pedido dos Estados Unidos para que a Arábia Saudita bombeie mais petróleo para cobrir uma queda nas exportações iranianas e previu que a Opep não atenderá ao apelo, preparando terreno para uma dura reunião do grupo produtor no final deste mês.

O governador iraniano na Opep, Hossein Kazempour Ardebili, estava respondendo às notícias de que o governo dos EUA havia solicitado extraoficialmente à Arábia Saudita e a alguns outros produtores do cartel para que aumentassem a produção.

"É uma loucura e espantoso ver instruções vindas de Washington à Arábia Saudita para agir e substituir o déficit de exportação do Irã devido à sua sanção ilegal ao Irã e à Venezuela", disse Kazempour em comentários à Reuters.

Ele previu que a Opep não atenderá ao pedido dos EUA e disse que os preços do petróleo devem saltar em resposta às sanções de Washington ao Irã e à Venezuela, como fizeram durante uma rodada anterior de sanções dos EUA contra o Irã.

"Ninguém na Opep vai agir contra dois de seus membros fundadores", disse ele. "Os EUA tentaram da última vez contra o Irã, mas os preços do petróleo chegaram a 140 dólares por barril."

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo reúne-se para revisar sua política de produção de petróleo em 22 de junho, em Viena.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos