Bolsas

Câmbio

BMW diz que vendas caíram em maio devido a tarifas na China

FRANKFURT (Reuters) - A BMW disse que as vendas de veículos caíram 2,1 por cento em maio, pressionadas por tarifas chinesas, lançamento de um novo modelo e queda de 13,6 por cento nas entregas na Alemanha, conforme cidades como Hamburgo começaram a proibir a circulação veículos a diesel mais antigos nas ruas principais.

A BMW disse que os planos de reequipar sua fábrica na China para produzir o X3 localmente, em vez que importar dos Estados Unidos, prejudicaram a disponibilidade desse modelo no maior mercado automotivo mundial.

Além disso, consumidores na China seguraram compras após o país anunciar que vai reduzir as tarifas sobre carros importados de 25 para 15 por cento a partir de 1º de julho.

Pieter Nota, membro do conselho de administração da BMW para vendas, disse: "No segundo semestre deste ano, o X3 voltará a ser totalmente disponível no mundo todo, trazendo maior ímpeto de vendas nos terceiro e quarto trimestres".

Enquanto isso, na Alemanha, diversos feriados bancários em maio levaram a menos dias úteis na comparação com o ano passado e Hamburgo disse que vai proibir a maioria dos veículos poluentes a diesel em duas ruas, afetando a demanda por veículos que usem esse combustível.

(Por Edward Taylor)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos