PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Atividade de refino na China cresce em junho mesmo com alta nos preços do petróleo

16/07/2018 11h50

PEQUIM (Reuters) - A atividade de refino na China subiu em junho, com as petroleiras controladas pelo Estado impulsionando a produção de combustíveis, compensando os cortes feitos por indústrias que realizaram reparos anuais e restringiram as operações devido aos altos preços do petróleo, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira.

A produção em refinarias chinesas em junho subiu 8 por cento em relação ao ano passado, para 49,78 milhões de toneladas, ou 12,11 milhões de barris por dia, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas.

A maior taxa de refino foi liderada por refinarias de petróleo estatais, enquanto refinarias privadas reduziram seu processamento à medida que os preços do petróleo subiram, e a aplicação mais rigorosa dos impostos sobre o consumo reduziu as margens, disseram analistas.

Para o primeiro semestre do ano, as operações de refino foram de 299,6 milhões de toneladas, um aumento de 8,9 por cento em relação ao ano passado.

(Por Josephine Mason e Meng Meng)