PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Mercados acionários chineses caem pressionados por empresas aéreas com fraqueza do yuan

19/07/2018 07h45

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China caíram nesta quinta-feira, pressionados pelo recuo das companhias aéreas, enquanto o yuan caiu para o menor nível em um ano frente ao dólar após notícias de que Pequim planeja ampliar medidas de flexibilização monetária.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,07 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,51 por cento.

O banco central da China planeja adotar incentivos que aumentarão a liquidez dos bancos comerciais, ajudando-os a expandir os empréstimos e aumentar o investimento em títulos emitidos por cooperativas e outras entidades, disse uma fonte com conhecimento direto do assunto na quarta-feira.

Enquanto isso, Guo Shuqing, presidente da Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China, solicitou que os bancos comerciais intensifiquem o fornecimento de empréstimos a pequenas e médias empresas privadas, em uma tentativa de reduzir seus custos de financiamento e facilitar a estabilidade do crescimento econômico.

O otimismo em relação ao impacto positivo dessas medidas foi compensado pelos temores de uma persistente desvalorização do yuan, já que a percepção de flexibilização monetária poderia reduzir as taxas monetárias chinesas, potencialmente tornando os ativos em dólares dos EUA mais atraentes.

As empresas aéreas, incluindo a China Southern, a China Eastern e a Air China, recuaram com o yuan mais fraco, o que torna seus empréstimos em dólar mais caros.

No restante da região asiática, o nervosismo com a guerra comercial afetou o mercado, e às 7h43 (horário de Brasília) o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,42 por cento.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,13%, a 22.764 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,38%, a 28.010 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,51%, a 2.772 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,07%, a 3.428 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,34%, a 2.282 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,07%, a 10.835 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 1,14%, a 3.277 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,28%, a 6.262 pontos.