ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Wall Street recua conforme crise na Turquia impacta bancos

Por Caroline Valetkevitch e James Thorne

10/08/2018 18h03

Por Caroline Valetkevitch e James Thorne

NOVA YORK (Reuters) - Os mercados acionários dos Estados Unidos recuaram nesta sexta-feira em meio ao agravamento da crise econômica na Turquia, que derrubou ações bancárias e provocou uma fuga de ativos mais arriscados.

O índice Dow Jones caiu 0,77 por cento, a 25.313 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,711387 por cento, a 2.833 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,67 por cento, a 7.839 pontos.

Após cinco semanas consecutivas de ganhos, o Dow e o S&P fecharam a semana em queda. O S​​&P permanece apenas 1,4 por cento abaixo do seu recorde de 26 de janeiro.

Uma queda nos papéis de tecnologia aumentou o tom de baixa do dia. O índice de tecnologia do S&P caiu 0,8 por cento, com a Intel perdendo 2,6 por cento depois que o Goldman Sachs rebaixou a ação da empresa para recomendação de venda.

As ações da Microchip Technology recuaram 10,9 por cento após uma decepcionante previsão de receita para o segundo trimestre.

A queda na lira turca piorou depois que o presidente norte-americano, Donald Trump, dobrou as tarifas sobre o aço e o alumínio importados do país.

Os investidores buscaram ativos seguros, impulsionando o dólar e pressionando os Treasuries.

"Foi uma jogada clássica de fuga do risco", disse Quincy Krosby, estrategista-chefe de mercado da Prudential Financial. "Você se preocupa com o dano colateral. Você se preocupa com os efeitos na Europa. Você tem bancos perdendo porque o rendimento do título de 10 anos dos EUA caiu."

O índice financeiro do S&P caiu 1,2 por cento.

(Por Caroline Valetkevitch e James Thorne)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia