ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Société Générale espera cerca de US$1,4 bi em multas dos EUA

03/09/2018 15h41

Por Inti Landauro

PARIS (Reuters) - O banco francês Société Générale espera multas ligadas à disputa com as autoridades norte-americanas sobre violações de sanções internacionais cheguem a cerca de 1,2 bilhão de euros (1,4 bilhão de dólares), que seriam cobertas por provisões.

"O Société Générale espera que o montante das multas aplicadas seja quase totalmente coberto pela provisão de litígios atribuídos a este assunto", afirmou o banco nesta segunda-feira.

As provisões do banco para cobrir as penalidades relacionadas a disputas legais totalizam 1,43 bilhão de euros.

O Société Générale, que há mais de um ano tem sido alvo de uma série de disputas judiciais dispendiosas, disse que espera que a questão seja resolvida nas próximas semanas.

O último caso que resta a ser resolvido refere-se a transferências em dólares feitas em nome de entidades sediadas em países sujeitos a sanções econômicas dos EUA.

Ao longo de 2017 e 2018, o banco aumentou regularmente as provisões reservadas para cobrir perdas potenciais relacionadas aos acordos. No entanto, esta é a primeira vez que o banco forneceu uma estimativa do valor que um acordo pode alcançar.

Em junho, a empresa concordou em pagar 1,3 bilhão de dólares para as autoridades dos EUA e da França encerrarem disputas sobre transações feitas com a Líbia e sobre a suspeita de manipulação da Libor, uma taxa de juros usada em contratos no valor de trilhões de dólares globalmente.

Como parte do processo de resolução do caso Libor, o vice-presidente do banco encarregado das atividades de banco de investimento, Didier Valet, saiu em março.

O Société Générale já pagou 963 milhões de euros em meados de 2017 para resolver outra disputa com o fundo soberano Autoridade de Investimento da Líbia.

Mais Economia