ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Inflação ao produtor na China desacelera em agosto e indica mais pressão sobre a economia

10/09/2018 07h04

PEQUIM (Reuters) - A inflação ao produtor na China desacelerou em agosto em meio à demanda mais lenta, indicando enfraquecimento do crescimento conforme a segunda maior economia do mundo confronta os elevados riscos da disputa comercial com os Estados Unidos.

A inflação ao consumidor, por outro lado, acelerou mais do que o esperado em agosto, embora as autoridades devam permanecer concentradas no crescimento e não nas pressões de preços conforme o presidente norte-americano, Donald Trump, aumenta o tom na guerra tarifária.

O índice de preços ao produtor avançou 4,1 por cento em agosto sobre o ano anterior, contra alta de 4,6 por cento em julho, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Estatísticas.

Analistas consultados pela Reuters esperavam avanço de 4,0 por cento. Na comparação mensal, o índice de preços ao produtor subiu 0,4 por cento em agosto, de 0,1 por cento em julho.

"Apesar da fraca produção industrial no terceiro trimestre, as políticas domésticas como de aumento dos gastos em infraestrutura podem fornecer algum suporte para os preços de bens industriais relacionados no quarto trimestre", disse Betty Wang, economista sênior do ANZ.

Já o índice de preços ao consumidor subiu 2,3 por cento em agosto sobre o ano anterior, ritmo mais forte desde fevereiro e acima da expectativa de 2,2 por cento. Também mostrou aceleração sobre a taxa de 2,1 por cento de julho.

Na base mensal, o índice apresentou alta de 0,7 por cento.

(Reportagem de Min Zhang e Stella Qiu)

Mais Economia