PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Petrobras obtém mais de R$ 3 bi em ressarcimentos por Lava Jato após pagamento da SBM

Por Marta Nogueira

22/10/2018 18h37

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras recebeu até agora mais de R$ 3 bilhões em restituições feitas por empresas e pessoas envolvidas em casos de corrupção investigados pela operação Lava Jato, apontaram dados compilados da companhia e do governo nesta segunda-feira (22).

O montante inclui pagamento de R$ 549 milhões realizado à Petrobras na sexta-feira (19) pela maior empresa de afretamento de plataformas no mundo, a SBM Offshore, também uma das principais fornecedoras da Petrobras.

Leia também:

O pagamento da SBM, que se soma aos mais de R$ 2,5 bilhões recebidos pela Petrobras até agosto, foi fruto de acordo de leniência com o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU), reiteraram a pasta e o órgão nesta segunda-feira.

Assinado em julho, o acordo com a SBM previa a restituição da primeira parte dos valores --em até 90 dias--, sendo R$ 264 milhões relativos à multa administrativa e R$ 285 milhões em antecipação de danos. No total, a empresa holandesa se comprometeu a pagar R$ 1,22 bilhão.

Em meio às investigações da Operação Lava Jato, a SBM foi acusada no Brasil de irregularidades em contratos com a Petrobras.

A segunda parcela do acordo de leniência, previsto na Lei Anticorrupção, inclui o abatimento do valor de cerca de R$ 667 milhões, em pagamentos futuros, devidos pela Petrobras à SBM, com base em contratos vigentes de afretamento e operação.

O total em ressarcimentos obtidos até o momento, no entanto, representa uma parcela inferior a 10% do que a empresa espera receber como vítima dos casos de corrupção.

Em 28 de agosto, a Petrobras informou em nota que ainda buscava o ressarcimento de mais de R$ 40 bilhões referentes a indenizações e multas no âmbito da Lava Jato.

Basta cavar para achar petróleo?

UOL Notícias