ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Venda de veículos novos no Brasil salta 25,6% em outubro sobre um ano antes

01/11/2018 16h48

SÃO PAULO (Reuters) - A venda de veículos novos no Brasil em outubro subiu 25,6 por cento sobre o mesmo período do ano passado, para 254,73 mil unidades, informou nesta quinta-feira a associação que representa concessionários, Fenabrave.

"O mercado manteve sua tendência positiva de crescimento, mesmo diante do cenário conturbado do período. Ainda que com mais dias úteis em outubro, o desempenho do setor pode ser observado na média diária de vendas, que cresceu 1,38 por cento quando comparada com a média de setembro", disse em comunicado à imprensa o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

As vendas de automóveis e comerciais leves somaram 244,7 mil unidades, crescimento anual de 24,5 por cento. Já os licenciamentos de caminhões tiveram alta de 56,7 por cento, para 7.920 unidades, e os emplacamentos de ônibus saltaram 77 por cento, para 2.072 unidades, segundo os dados da Fenabrave.

Todos os segmentos de veículos acompanhados pela entidade apresentaram crescimentos anuais e na comparação mensal em outubro. As vendas de motocicletas, um indicador da disposição de consumir da população de baixa renda, subiram 22 por cento sobre outubro de 2017, para 83,3 mil unidades.

Em outubro, a General Motors manteve a liderança de vendas de automóveis e comerciais leves, com licenciamentos de 44.082 veículos, alta de 20,7 por cento no comparativo anual. A Volkswagen aparece na sequência com vendas de 37.470 carros e comerciais leves, evolução de 58,4 por cento sobre outubro de 2017. A Fiat registrou crescimento de 33,6 por cento no período, para 34.357 unidades emplacadas.

Praticamente empatadas na quarta posição, Ford e Renault tiveram licenciamentos na casa de 21,7 mil carros e comerciais leves em outubro, crescimentos de 7 e 36,5 por cento, respectivamente, sobre um ano antes.

No acumulado de janeiro ao fim de outubro, as vendas de veículos no Brasil mostraram crescimento de 15,3 por cento ante o mesmo período de 2017, para 2,1 milhões de unidades. Faltando dois meses para o fim do ano, o volume se aproxima da projeção de vendas da associação de montadoras de veículos, Anfavea, de 2,546 milhões de unidades.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais Economia