ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Ações chinesas disparam após notícia de que Trump busca acordo comercial com a China

Andrew Galbraith e Noah Sin

02/11/2018 11h30

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - As ações da China dispararam na sexta-feira (2), impulsionadas pela notícia que de que presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está buscando um acordo comercial com o presidente chinês, Xi Jinping, e com os investidores aplaudindo uma nova promessa de Pequim de apoio a empresas privadas.

O índice de blue-chips CSI300 fechou em alta de 3,56 por cento, a 3.290,25 pontos, levando os ganhos da semana para 3,67 por cento. O índice Shanghai Composite subiu 2,7 por cento no dia, a 2.676,48 pontos, e acumulou avanço de 2,99 por cento na semana.

Apesar dos ganhos consideráveis, ambos os índices permanecem muito abaixo de seus níveis no final de 2017. O CSI300 perdeu 18,37 por cento este ano e o Shanghai Composite caiu 19,07 por cento, ressaltando as preocupações sobre o impacto da disputa comercial entre Pequim e Washington no lucros corporativos e no crescimento econômico global.

As empresas de produtos básicos de consumo registrou ganhos particularmente fortes, subindo 6,23 por cento durante no dia.

O sub-índice do setor financeiro subiu 2,65 por cento, as empresas do setor imobiliário avançaram 0,41 por cento e o sub-índice de saúde subiu 5,28 por cento.

As ações registraram ganhos sólidos em toda a sessão matutina, e se recuperaram ainda mais na segunda parte do pregão, após notícia da Bloomberg afirmar que Trump está interessado em chegar a um acordo comercial com Xi na cúpula do G20 na Argentina no final deste mês, e determinou a autoridades norte-americanas para começarem a redigir os termos potenciais.

A notícia veio depois que os dois líderes expressaram otimismo sobre a resolução de suas disputas comerciais após um telefonema. A incerteza sobre o comércio global tem sido um dos principais fatores por trás da recente derrocada do mercado acionário, com dados econômicos recentes apontando para um aprofundamento do impacto global da guerra comercial.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 2,56 por cento, a 22.243 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 4,21 por cento, a 26.486 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,70 por cento, a 2.676 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 3,56 por cento, a 3.290 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 3,53 por cento, a 2.096 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,63 por cento, a 99.906 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,81 por cento, a 3.116 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,14 por cento, a 5.849 pontos.