ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Bolsa de Xangai vai lançar novo segmento de tecnologia, pode concorrer com Hong Kong

05/11/2018 16h48

XANGAI/HONG KONG, 5 Nov (Reuters) - O presidente chinês, Xi Jinping, revelou nesta segunda-feira planos para lançar um novo segmento de tecnologia na bolsa de Xangai, com pouca regulação para ofertas iniciais de ações (IPOs), podendo competir com Hong Kong, ou até mesmo Nova York.

O anúncio do "segmento de inovação tecnológica", a ser definido pela Bolsa de Valores de Xangai, acontece no momento em que Pequim aumenta o apoio ao setor privado e incentiva inovação para mitigar o impacto da guerra comercial sino-americana.

Xi anunciou a decisão no início da China International Import Expo, em Xangai, mas deu poucos detalhes, dizendo apenas que o novo segmento adotará um sistema de IPO baseado em registro. Sob o sistema atual, todos os IPOs na China continental devem ser examinados pelos reguladores.

Sugerindo padrões baixos para IPOs, a Bolsa de Valores de Xangai disse em comunicado que o novo segmento fará "acordos mais adequados e diferenciados" em relação à lucratividade e às estruturas acionárias das empresas, e será mais inclusivo em relação aos inovadores.

"Isso pode ser a Nasdaq da China", disse Yang Hai, analista da Kaiyaun Securities.

"Vai ser desafiador para Hong Kong", disse ele, adicionando que a segmento ChiNext, com forte peso tecnológico, da bolsa de Shenzhen também pode sentir a pressão.

As bolsas chinesas e de Hong Kong aumentaram a concorrência para atrair empresas de tecnologia com planos de IPO. No começo do ano, Hong Kong introduziu regras que permitem a listagem de empresas com ações de duas classes, enquanto a China busca Recibos de Depósitos Chineses (CDRs) como forma de atrair gigantes da China para listar no mercado interno.

A adoção de um sistema ocidental de IPO com base em registro daria ao mercado um papel dominante na decisão de quando uma empresa pode vender ações publicamente, removendo obstáculos regulatórios enfrentados por muitas empresas chinesas.

A Bolsa de Valores de Shanghai informou que os obstáculos legais para esse sistema de IPOs foram removidos em dezembro de 2015, e a bolsa incentivará pequenos investidores a entrar no segmento de inovação tecnológica por meio de fundos mútuos, para que possam compartilhar o crescimento de empresas inovadoras.

Mas Huang Sheng, veterano investidor e presidente da empresa Shenzhen Xitou Finance, disse que o lançamento de um novo segmento de tecnologia não é "uma coisa boa".

"Há uma escassez de liquidez no mercado de ações. Como o mercado pode lidar com um novo segmento?" ele escreveu.