ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Ilan não responde pergunta sobre permanência no BC em governo Bolsonaro

07/11/2018 10h39

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, não respondeu nesta quarta-feira à pergunta sobre sua eventual permanência à frente da autoridade monetária no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Questionado se ficaria no cargo, ele se limitou a dizer "sem comentários". A declaração foi dada na saída do Fórum de Cidadania Financeira, realizado pelo BC em Brasília.

Durante fala na abertura do evento, Ilan não falou sobre política monetária.

Na terça-feira, uma fonte com conhecimento direto do assunto afirmou que o presidente do BC ainda não tinha sido formalmente convidado para seguir no posto no governo Bolsonaro.

A expectativa é que uma definição sobre o tema saia em breve, conforme a equipe de transição do presidente eleito começa a trabalhar em Brasília. Na véspera, o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, teve uma reunião de mais de quatro horas no ministério da Fazenda com o atual titular da pasta, Eduardo Guardia.

Antes do encontro, Guedes disse à imprensa que seria "excelente para o país" se o Congresso aprovasse uma reforma da Previdência e a independência do BC ainda neste ano.

Publicamente, Guedes já afirmou que a permanência de Ilan seria natural, mas que a possibilidade não estaria ainda definida, pois seria necessário que o atual presidente do BC quisesse e tivesse a "motivação" para ficar.

(Por Marcela Ayres)

Mais Economia