ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Rendimentos de títulos da Itália sobem com brigas internas no governo e revisão de crescimento

08/11/2018 15h46

Por Virginia Furness

LONDRES (Reuters) - Os rendimentos dos títulos italianos subiram nesta quinta-feia, depois que a Comissão Europeia cortou a estimativa de crescimento e previu um salto no déficit orçamentário, enquanto continuavam as brigas entre os integrantes da coalizão governista.

O rendimento dos títulos de 10 anos da Itália subiu seis pontos básicos para 3,39 por cento, elevando a diferença com os títulos da Alemanha para 239 pontos básicos .

As disputas internas entre os parceiros da coalizão de governo da Itália acrescentaram pressão de alta nos rendimentos dos títulos, embora o governo tenha alcançado um acordo sobre a reforma do Judiciário nesta quinta-feira.

À frente das negociações, o vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio disse que a coalizão poderia desmoronar, se não houvesse acordo.

Previsões da União Europeia mostraram nesta quinta-feira que as previsões de crescimento italianas são otimistas. Em 2019, o PIB da Itália cresceria 1,2 por cento, disse a comissão, em vez do 1,5 por cento projetado pela Itália.

O crescimento mais lento deve pressionar o déficit orçametnário italiano, com a UE prevendo um salto do déficit em 2019 para 2,9 por cento, em vez dos 2,4 por cento estimados pela Itália, e para 3,1 por cento em 2020, e não uma queda para 2,1 por cento, como prevê Roma.

"Os mercados parecem bem preocupados sobre os números que a Comissão publicou", disse Jean-Christophe Machado, estrategista de juros na Natixis. "A nota positiva é que Espanha e Portugal estão indo muito bem."

(Reportagem adicional de Dhara Ranasinghe)

Mais Economia