Topo

Levy espera fortalecimento fiscal do BNDES no futuro governo

Elza Fiúza/Agência Brasil
Joaquim Levy participa de café da manhã com jornalistas Imagem: Elza Fiúza/Agência Brasil

05/12/2018 11h58

BRASÍLIA (Reuters) - O futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, afirmou nesta quarta-feira (5), ao ser questionado sobre se vai haver uma reorientação na forma de atuação do banco no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que a expectativa é de haver um "fortalecimento fiscal" da instituição como também ajudar na retomada do crescimento do país.

"Acho que a confiança auxilia o investimento a voltar. Acho que todo sistema financeiro tem que estar pronto para responder a essa demanda", disse Levy, em rápida entrevista ao chegar ao gabinete de transição em Brasília.

Ex-ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff, Levy ocupou outros cargos públicos na gestão Luiz Inácio Lula da Silva e também no governo Sérgio Cabral no estado do Rio de Janeiro.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Mais Economia