ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Bostic, do Fed de Atlanta: Fed deve proceder para taxa neutra de juros

06/12/2018 16h16

Por Howard Schneider

INDIANAPOLIS (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, disse nesta quinta-feira que ele sente que o Fed deveria continuar elevando a taxa básica de juros em direção ao nível "neutro", pontuando que, apesar da recente volatilidade no mercado e crescentes incertezas, ele não via "qualquer indicação de uma enfraquecimento substancial nos dados macroeconômicos até o momento".

"Estamos a uma pequena distância do neutro, e eu realmente penso que o neutro é onde nós queremos estar", disse Bostic, destacando sua preocupação de que o desemprego no atual nível baixo poderia produzir uma economia superaquecida e pressão inflacionária à frente.

Embora haja poucos sinais disso ainda, ele disse que era difícil fazer tal julgamento "em tempo real".

"Você pode argumentar que uma resposta mais simples é não responder tão agressivamente aos crescentes sinais de inflação, mas isso traria riscos que poucos banqueiros centrais responsáveis iriam aceitar", disse Bostic.

Bostic disse no passado que ele estava confortável com uma quarta alta de juros neste ano, esperada para a reunião de dezembro do Fed, desde que a economia se desenvolvesse como ele esperava. Sua estimativa anterior do nível neutro da taxa de juros, que não incentiva nem contém a atividade econômica, tem girado em torno de 2,75 por cento, deixando espaço para talvez duas novas altas de juros.

Ele pontuou que, ao mesmo tempo em que espera desaceleração do crescimento no ano que vem, "há muito a gostar sobre o atual retrato da economia dos EUA".

Bostic disse mais cedo no ano que o comportamento dos mercados de títulos e sua esperança de evitar uma "inversão" dos juros de curto e longo prazo, era um fator para ele decidir se apoiaria a continuidade dos aumentos de juros no Fed.

Ele não abordou especificamente o achatamento entre as taxas de longo e de curto prazo na curva de rendimentos dos Treasuries nesta semana, ou a queda nos mercados acionários, a não ser para incluir os dois fatores em uma lista de riscos que podem reduzir o crescimento.

Os comentários foram apresentados em um texto escrito, entregue num fórum econômico em Atlanta, sem a oportunidade de perguntas posteriores pela audiência ou pela imprensa.

Bostic é membro votante de política monetária neste ano. O Fed realiza seu encontro final do ano nos dias 18 e 19 de dezembro, e é esperado que ele aumente os juros pela quarta vez em 2018.

Isso vai representar o ritmo mais rápido de aumento de juros desde que o Fed começou a apertar a política monetária há três anos.

Investidores têm expressado crescentes dúvidas sobre a perspectiva de crescimento global, os efeitos corrosivos da estratégia do governo Trump de impor tarifas, e à habilidade do Fed de continuar aumentando os juros por muito mais tempo.

(Por Howard Schneider)

Mais Economia