ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Operadores apostam que Fed terá que reduzir altas de juros em 2019

07/12/2018 13h45

Por Ann Saphir

(Reuters) - Operadores de futuros de juros de curto prazo mantiveram nesta sexta-feira suas apostas de que o Federal Reserve terá que desacelerar fortemente seu ritmo de aumento de juros no próximo ano, depois que um relatório do governo mostrou que empregadores contrataram menos que o esperado em novembro.

A adição de apenas 155 mil empregos no mês passado, menos que os 200 mil esperados, aprofunda as crescentes dúvidas dos mercados financeiros de que o Fed vai se ater às três altas de juros que previa para o ano que vem há apenas poucos meses.

Dúvidas sobre a trajetória de aumento de juros do Fed em 2019 também foram geradas recentemente por vendas generalizadas nos mercados acionários e crescentes preocupações sobre uma desaceleração global e menor impacto do estímulo fiscal do governo dos EUA.

Comentários recentes do chair do Fed, Jerome Powell, sobre a necessidade de "reduzir a velocidade" quando condições são incertas, acrescentaram ceticismo sobre o Fed ser capaz de elevar os juros a um ritmo próximo dos aumentos trimestrais que vem fazendo nos últimos dois anos.

Operadores de contratos ligados à taxa de política monetária do Fed estão precificando apenas uma alta de juros no próximo ano. Membros votantes do Fed vão divulgar novas previsões após seu encontro em duas semanas, durante o qual devem entregar uma quarta e última alta de juros em 2018.

"O relatório não é fraco o suficiente para impedir uma alta em dezembro, mas vai contribuir para uma revisão para baixo na orientação de política dos banqueiros centrais sobre altas de juros em 2019", disse Mohamed El-Erian, conselheiro econômico chefe da Allianz.

(Reportagem adicional de Jennifer Ablan)

Mais Economia