Topo

Airbus entrega 800 jatos em 2018

08/01/2019 17h25

Por Tim Hepher

PARIS (Reuters) - A Airbus entregou 800 aeronaves no ano passado, atingindo meta que até algumas semanas atrás parecia está além do seu alcance, em meio a problemas em cadeia de fornecedores e atrasos em fábricas.

A fabricante europeia emitiu um comunicado confirmando o número depois que suas ações saltaram 6 por cento com notícia da Reuters que informou que a companhia atingiu a meta de 800 entregas, mas sujeita a verificações de auditoria.

A Airbus "confirma atingiu 800 entregas de aviões comerciais em 2018, número sujeito à finalização de processo de auditoria", informou a companhia.

Apesar da demanda recorde, as entregas estão sob atenção de investidores diante do impacto das crescentes tensões comerciais sobre a cadeia de fornecedores, particularmente entre fabricantes de motores que não conseguiram manter as entregas como o esperado.

As entregas de aviões são um importante marco para receitas de uma fabricante de aeronaves e para parte do lucro operacional.

A Airbus conseguiu evitar um inédito descumprimento de meta com a ajuda de entregas de um número não especificado de entregas de aviões CSeries, da parceira Bombardier.

A rival norte-americana Boeing também passou por programas industriais, descumprindo por quatro aviões a meta de entrega de 810 a 815 aeronaves em 2018.

A Airbus disse que vai anunciar o número final de entregas de 2018 na quarta-feira, dois dias antes que o esperado.

O número recorde de entregas da Airbus em 2018 é 9 por cento mais alto que o de 2017.

Mais Economia