IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Wall Street tem 4ª alta com recuperação de ações de fabricantes de chips

2019-01-09T20:33:59

09/01/2019 20h33

Por Noel Randewich

(Reuters) - Wall Street subiu pela quarta sessão seguida nesta quarta-feira, com impulso da Apple, de fabricantes de chips e de outras ações sensíveis ao comércio internacional, após sinais de progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

O Dow Jones subiu 0,39 por cento, a 23.879 pontos, o S&P 500 teve ganho de 0,41 por cento, a 2.584 pontos e o Nasdaq avançou 0,87 por cento, a 6.957 pontos.

O S&P 500, que agora tem a sua maior sequência de altas diárias em quase quatro meses, acumula avanço de 10 por cento desde que alcançou uma mínima em quase 20 meses por volta do Natal, impulsionado pelas esperanças de um acordo entre as duas maiores economias do mundo, que amenizaram as preocupações sobre o impacto da disputa comercial sobre o crescimento global.

Os investidores também foram encorajados por fortes dados de empregos nos EUA e indicações recentes de que o Federal Reserve dos EUA não está com pressa de elevar as taxas de juros.

O Fed divulgou a ata da sua mais recente reunião de política monetária mostrando que várias autoridades do banco central norte-americano disseram em dezembro que terão paciência com os futuros aumentos das taxas de juros e que alguns não apoiaram o aumento do juro naquele mês.

A China prometeu comprar "uma quantia substancial" de produtos e serviços agrícolas, energéticos e manufaturados dos Estados Unidos, disse o gabinete do Representante de Comércio dos EUA, após a conclusão das conversas em Pequim.

O índice de tecnologia S&P subiu 1,5 por cento, com a Apple avançando 1,70 por cento, apesar da reportagem da Nikkei de que a companhia reduziu em 10 por cento a sua previsão de produção dos novos modelos de iPhones para o trimestre de janeiro a março.

Mais Economia