PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

China diz que cumpriu meta de controle da dívida

25/02/2019 09h30

Por Yawen Chen e Se Young Lee

PEQUIM (Reuters) - A China cumpriu sua meta de redução dos níveis da dívida mas continuará reprimindo tipos mais arriscados de financiamento para conter os riscos a seu sistema financeiro, disse nesta segunda-feira o regulador bancário e de seguros, pedindo aos bancos que aumentem os empréstimos a empresas menores.

As preocupações sobre a dívida da China estão aumentando de novo conforme Pequim amplia o suporte para a economia em desaceleração. Novos empréstimos bancários atingiram um recorde em janeiro apesar do aumento da inadimplência e dos calotes recordes em 2018.

Embora as autoridades tenham prometido repetidamente não recorrer a mais gastos fortes como aconteceu durante a crise financeira global, analistas dizem ser vital para as autoridades reanimar o crescimento fraco do crédito para evitar uma desaceleração mais acentuada.

"Após dois anos de trabalho, várias desordens financeiras foram efetivamente contidas", disse em entrevista à imprensa Wang Zhaoxing, vice-chairman da Comissão Regulatória Bancária e de Seguros.

"Isso interrompe as previsões internacionais de que o crescimento 'brutal' do sistema bancário sem regulação e do superaquecimento financeiro do setor imobiliário possam levar a riscos financeiros sistêmicos e crises na China", completou.

A China nunca apresentou uma meta específica para sua campanha de contenção do risco e não divulga estatísticas abrangentes sobre a carga da dívida.