PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Após tumulto, reunião da CCJ é interrompida por 10 minutos

09/04/2019 18h38

BRASÍLIA (Reuters) - A reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara foi interrompida por 10 minutos nesta terça-feira, após tumulto entre deputados governistas e da oposição.

A oposição questionava decisão do presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), que negou questão de ordem sobre a possibilidade de um pedido de vista do processo antes da leitura do parecer.

O presidente tentou passar a palavra ao relator da reforma da Previdência na CCJ, Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), mas ele não chegou a iniciar sua fala. Integrantes da oposição, com o regimento interno da Câmara dos Deputados em mãos, levantaram-se de suas cadeiras e foram à mesa, onde se encontra o presidente.

Deputados governistas também se dirigiram à mesa, e iniciou-se uma discussão. Parlamentares que permaneceram em suas bancadas afirmaram no microfone que um dos integrantes do governo, o líder do PSL, Delegado Waldir (PSL-GO), estaria armado, o que contraria o regimento.

Diante da confusão, Francischini decidiu suspender a reunião da CCJ e convidou os coordenadores de bancada para uma reunião.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)