Topo

Índices da China ampliam perdas por disputa comercial

2019-05-20T07:38:42

2019-05-20T09:38:02

20/05/2019 07h38Atualizada em 20/05/2019 09h38

HONG KONG (Reuters) - O mercado acionário chinês fechou em baixa nesta segunda-feira uma vez que as tensões entre China e Estados Unidos se prolongam, com o foco se voltando para a questão de transferência de tecnologia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,85%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,41%.

O subíndice do setor financeiro fechou em baixa de 0,1%, o de consumo caiu 2,3%, o imobiliário perdeu 0,7% e o de saúde recuou 1,9%.

Em uma entrevista divulgada no domingo, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que as tarifas sobre os produtos chineses estão levando empresas a tirarem a produção da China e a levarem para o Vietnã e outros países na Ásia.

A China adotou recentemente um tom mais duro em sua retórica, sugerindo que a retomada das negociações para acabar com 10 meses de guerra comercial não deve acontecer em breve.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,24%, a 21.301 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,57%, a 27.787 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,41%, a 2.870 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,85%, a 3.617 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,00%, a 2.055 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,14%, a 10.398 pontos.
  • Em Singapura, o índice Straits Times permaneceu fechado.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 1,74%, a 6.476 pontos.

(Reportagem de Noah Sin)

Mais Economia