IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Demanda global por gás deve crescer 1,6% ao ano até 2024, diz IEA

07/06/2019 15h54

Por Bate Felix

PARIS (Reuters) - A demanda global por gás deverá crescer a uma taxa de 1,6% ao ano até 2024, impulsionada pelo consumo chinês, que representará mais de um terço do crescimento da demanda durante o período, disse nesta sexta-feira a Agência Internacional de Energia (IEA).

O esforço da China para deixar o carvão em prol do gás na geração de energia e em residências, visando melhorias na qualidade do ar, em sua iniciativa de "céu azul", desempenhará papel importante no avanço da demanda, disse a IEA.

O crescimento da demanda chinesa por gás é visto a uma taxa média de 8%, um recuo em relação ao nível de crescimento de dois dígitos nos últimos anos, à medida que sua economia desacelera, mas ainda assim o país representaria cerca de 40% do aumento da demanda global nos próximos anos, disse Keisuke Sadamori, diretor de Mercados de Energia da IEA.

A região da Ásia-Pacífico permanecerá como a maior fonte de crescimento no consumo de gás a médio prazo, com uma taxa média de 4% ao ano, e representará cerca de 60% do avanço total no consumo até 2024.

Segundo relatório anual do mercado de gás da IEA, as demandas domésticas nos EUA, Oriente Médio e Norte da África contribuirão para o crescimento da demanda, enquanto o crescimento na Europa será beneficiado pelo fechamento de usinas de carvão e nucleares, deve ser limitado pela expansão das renováveis e pela menor demanda por aquecimento.

O setor industrial deverá ser uma importante fonte para o crescimento, representando quase metade do avanço mundial e substituindo a geração de energia como principal alavanca para o crescimento.

(Reportagem de Bate Felix)

Economia