PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Parceria entre Prumo, BP e Siemens, térmica no RJ tem aval para importar GNL

19/06/2019 12h01

SÃO PAULO (Reuters) - A UTE GNA I Geração de Energia, associação entre Prumo Logística, a petroleira BP e a alemã Siemens, recebeu autorização para realizar importações de até 5,8 milhões de metros cúbicos de gás natural liquefeito (GNL), segundo publicação do Ministério de Minas e Energia no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

A autorização, válida entre 1 de março de 2020 e 30 de julho de 2022, será para atendimento à termelétrica Novo Tempo GNA 2, que será construída pelas companhias no Porto do Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro.

De acordo com a portaria da pasta de Minas e Energia, o transporte do GNL será realizado por via marítima, por meio de navios metaneiros, com entrega em uma Unidade de Armazenamento e Regaseificação Flutuante (FSRU, na sigla em inglês) a ser implementada no terminal 2 do porto.

A portaria do ministério determina que a UTE GNA deverá apresentar à reguladora ANP os contratos principais de compra e venda assinados com potenciais fornecedores de GNL em prazo de até 15 dias, sob pena de suspensão imediata da autorização. A empresa também deverá enviar mensalmente à agência relatórios sobre as importações realizadas e outras informações, como país de origem, volume carregado e preços de compra.

A termelétrica a gás terá uma capacidade instalada de cerca de 1,3 gigawatt.

(Por Luciano Costa)

PUBLICIDADE