IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Setor de saúde dita queda do S&P 500; investidor mira G20

2019-06-24T17:53:05

24/06/2019 17h53

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou em queda nesta segunda-feira, com a desvalorização de papéis do setor de saúde mais do que anulando os ganhos no segmento de tecnologia, enquanto investidores aguardam o encontro do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com seu colega chinês, Xi Jinping, na cúpula do G20.

Os agentes do mercado esperam que Trump e Xi suavizem a guerra comercial, vista como responsável pela desaceleração econômica global.

"Hoje o mercado está muito tranquilo", disse Bruce Monrad, presidente da Northeast Investors Trust. "As pessoas estão digerindo o Fed e aguardando os possíveis resultados do G20 e como isso poderia afetar o Fed."

O índice Dow Jones subiu 0,03%, a 26.728 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,17%, a 2.945 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,32%, a 8.006 pontos.

O setor industrial, sensível ao noticiário sobre tarifas, deixou o Dow Jones no azul, puxado por Boeing.

Seis dos 11 principais setores do S&P 500 perderam terreno, com o setor de energia sofrendo a maior queda percentual, na esteira da baixa dos preços do petróleo.

Mesmo terminando em queda, o S&P 500 segue colado em sua máxima recorde alcançada na quinta-feira passada, quando os mercados reagiram à sinalização do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), considerada pelo mercado como "dovish" (inclinada a afrouxamento monetário).

((Redação São Paulo, +5511 5644 7757)) REUTERS JCG IV

Mais Economia