IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Operação policial sobre Cemig e Renova cumpre mandados em SP, BA e MG

25/07/2019 14h27

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta quinta-feira uma segunda fase da operação "E o Vento Levou", que investiga possíveis desvios de recursos da estatal mineira Cemig por meio da controlada de geração eólica Renova Energia.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em residências, empresas e escritórios dos investigados e de pessoas a eles relacionadas, segundo comunicado das autoridades, com ações nos Estados de São Paulo, Bahia e Minas Gerais.

Lançada em abril, a operação policial denunciou possível desvio de 40 milhões de reais da Cemig por meio de contratos superfaturados e falsos da Renova Energia.

Procurada, a Cemig afirmou que "está em total colaboração com as autoridades" e que "também tem interesse na rápida evolução dessas investigações."

"A empresa reforça o seu compromisso com a transparência e que manterá o mercado e a sociedade informados sobre a evolução desses fatos ocorridos no passado", acrescentou a elétrica em nota.

Ao iniciar as investigações, as autoridades afirmaram entender que os valores possivelmente desviados da Renova seriam decorrentes de um aporte de recursos da Cemig na empresa, configurando recurso público, uma vez que a elétrica mineira é controlada pelo governo do Estado.

(Por Luciano Costa)

Economia